Fisioterapia preventiva melhora desempenho de mesatenistas e evita lesões

10/11/2016

Quem pratica esportes sabe como é difícil enfrentar as consequências de uma lesão: afastamento da atividade física, frustração e consequente perda de performance são algumas implicações. Mais do que recuperar lesões e acelerar o retorno do atleta a sua rotina normal de treinos, a fisioterapia preventiva tem sido cada vez mais praticada com o objetivo de trabalhar o equilíbrio corporal, melhorar o rendimento no esporte e para evitar e prevenir lesões.

No caso do tênis de mesa as lesões são muito frequentes, tanto em tenistas amadores quanto em profissionais. O impacto que uma lesão pode causar em um profissional pode ser percebido pelo tempo que alguns destes atletas permaneceram afastados das quadras, por isso a prevenção é tão importante.

O mesatenista apoiado pela Cia Athletica, Heverton Guedes, reconhece a importância da fisioterapia preventiva e vem se preparando na clínica Physio Athletic para garantir um bom desempenho tanto nos treinamentos quanto nas competições. “Eu tenho uma rotina muito pesada de treinos durante a semana e me desgasto bastante fisicamente. Na fisioterapia faço osteopatia, pilates e terapias manuais. Isso me dá disposição, equilíbrio e me capacita para treinar e participar das competições da forma mais tranquila possível e evitando lesões”, comenta Heverton Guédes.

O fisioterapeuta esportivo Pericles Machado, responsável técnico da clínica Physio Athletic, explica que mesatenistas e atletas de outros esportes, precisam ter a consciência que, quanto mais ele cuidar do seu corpo mais ele diminuirá o risco de lesões mais graves e consequentemente reduzirá o número de dias que poderia ficar afastado do circuito de torneios que disputa durante o ano.“Iniciamos a terapia do Heverton por conta de algumas queixas que ainda não estão plenamente solucionadas, mas já estão encaminhadas, porém o maior apelo do trabalho que estamos desenvolvendo é o preventivo. Ele é um atleta que sabe a importância de cuidar do seu corpo e usufruir da fisioterapia constantemente para manter o equilíbrio, melhorar o desempenho e evitar lesões”, afirma Pericles, que além de fisioterapeuta também é mesatenista amador.

Heverton conta que tem se preparado e treinado forte para as próximas competições que incluem um campeonato brasileiro no início de novembro em Santa Catarina e depois um mundial na Suécia. “Tenho buscado o equilíbrio e me preparado para dar o meu melhor em cada treino e em cada campeonato e assim chegar o mais longe possível. Essa é minha expectativa”, finaliza Heverton Guedes.